quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Stonehenge O Templo do Misticismo



O mais impressionante monumento megalítico do mundo, tem sua origem obscura! Inclusive o tipo humano que ergueu esse templo, não é conhecido com certeza.




A finalidade deste edifício imenso, também não está clara! Há uma série de especulações que variam desde sua função como templo, como portal, como magneto para comunicações e mais algumas funções que não podem ser comprovadas!

Os antigos Saxões chamavam de Hanging Stones, (pedras suspensas). Na idade média, os intelectuais da época costumavam chamar de Dança dos Gigantes. Os dois nomes são tão impressionantes quanto o próprio templo.

Inigo Jones arquiteto do século XVII, foi um dos primeiros a estudar Stonehenge. Naquele tempo ele considerou o monumento como um templo romano. Porém Willian Stukeley, um estudioso desse tipo de construção, conseguiu implantar a idéia que o templo fora construído pelos druidas britânicos.

Somente no século passado, os arqueólogos chegaram a uma conclusão quanto a idade e finalidade de Stonehenge. Entretanto essas idéias sempre encontram opositores, e com certa frequência instauram uma grande polêmica.
Os arqueólogos ingleses chegaram ao consenso no tocante à idade de Stonehenge. A construção do monumento teria se iniciado cerca de 3.500 a.C. Richard Atkinson declara em 1950 que o templo era constituído por uma formação circular e em torno dela, 56 fossas que são hoje conhecidas por Aubrey Holes. A primeira pedra ereta, Heel Stone, foi colocada no lado de fora em frente da única entrada da construção. Novos construtores 200 anos depois, edificaram uma avenida de monólitos até o rio Avalon. Para fazer essa avenida de 3,5 km, os construtores usaram 80 blocos de pedra das montanhas de Prescelly, distantes 320 km já no sul do País de Gales. Como eles fizeram isso? É outro mistério que ronda Stone Henge. Segundo as teorias mais aceitas, eles teriam arrastado as pedras até o próprio rio Avon e deslizado nas águas tranquilas até onde as pedras foram novamente arrastadas e colocadas cada uma em seu lugar. Essas pedras de 4,5 toneladas estavam resolvidas. E as pedras de StoneHenge?
Dá para imaginar monólitos de 26 toneladas sendo arrastados. E para construir os "trilitos"? Que são aquelas ferraduras invertidas, duas pedras justapostas de 20 toneladas cada, encimadas por outra com mais ou menos a mesma massa. Para quem já movimentou massas monolíticas semelhantes a essas, sabe muito bem do que estou falando.
Daqui alguns dias, vamos escrever sobre a finalidade de Stonehenge, sobre a qual já se disse uma centena de coisas.

2 comentários:

Anna Geralda Vervloet Paim disse...

Sou fascinada por Stonehenge,estou no aguardo da continuação da história...
abraços

(l' excessive) disse...

Também aguardo a continuação de seus comentários sobre este local fascinante e misterioso.
Abraço pra você